fbpx
Nenhum Comentário

A nova linha de crédito imobiliário da Caixa vale a pena? Confira.

 

Conheça os prós e contras da nova modalidade de crédito oferecido pela Caixa Econômica Federal.

 

E não é que 2020 promete ser um ano de retomada do mercado imobiliário? O ano em que começou e as novas já surgem a todo vapor para quem deseja comprar o seu imóvel, como, por exemplo, há alguns juros SELIC e mais recentemente o lançamento de mais uma opção para financiar uma compra de um imóvel.

 

No final do mês passado, a Caixa Econômica Federal anunciou sua linha de financiamento imobiliário com juros fixos para o sistema SFH (Sistema de financiamento Habitacional). Essa modalidade de crédito chega ao mercado com taxas que podem ir de 8% a 9,75% ao mês (dependendo do relacionamento com a instituição). Além disso, também oferece prazo de validade de até 360 meses (30 anos) e pode cobrir até 80% do valor do imóvel.

 

Essa opção de crédito soma-se a outras duas linhas que já existem na Caixa e que podem ser incorporadas em outras instituições nos próximos meses, que são uma linha de crédito indexada à TR e indexada à inflação (IPCA).

 

VANTAGENS E DESVANTAGENS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO A JUROS FIXOS

 

PONTOS POSITIVOS

 

A principal vantagem dessa linha de crédito com juros fixos está na possibilidade de criar uma previsão mais concreta do valor que você pagará pelo seu imóvel.

 

Como nesse modelo não há um indexador que faz com que os valores das prestações “flutuem” de acordo com suas oscilações, você pode criar um planejamento financeiro que permita ter uma noção quase fiel quanto aos valores que você pagará ao longo do financiamento.

 

Outro ponto interessante é a observação com o lançamento dessa linha de crédito ou o aumento da participação entre instituições financeiras inseridas no país. Considerar o fato de uma caixa (que já é líder no segmento de financiadores imobiliários) contar agora com três boas opções para aqueles que buscam um negócio imobiliário, os demais bancos que usam se movimentar com sentido de seleção de opções melhores (ou com limite mínimo) para não perderem ainda mais mercado.

 

PONTOS NEGATIVOS

 

Já o lado negativo é o interesse dessa forma, nenhum momento, são os maiores praticados em excesso (a partir de 6,5% via TR e 2,95% via IPCA, atualmente).

 

Isso implica em um aumento considerável no valor final do débito e também no maior valor inicial das prestações a serem pagas, dificultando a adesão à modalidade para pessoas de baixa renda.

 

E aí, conseguiu entender um pouco mais sobre a linha de crédito imobiliário com juros fixos da Caixa? Conte aqui nos comentários a sua opinião sobre essa novidade.

 

Moradia, trabalhando para o seu bem-estar!