fbpx
Nenhum Comentário

Quer a tão sonhada casa própria?

Ter o seu lugar, seu canto sua morada, seu lar! Esse é o sonho de muitos brasileiros e pode ser realizado com determinação, esforço e muito comprometimento. Sabemos que o que era difícil ficou ainda mais depois que a Caixa Econômica mudou as regras do financiamento de imóveis usados em maio deste ano.

Desde a resolução, a entrada terá que corresponder até a 50% do valor do imóvel, o que aperta bastante o orçamento de quem sonha com uma nova moradia. Além deste ajuste, os bancos anunciaram aumento nas taxas de juros, que já pesavam bastante o bolso do consumidor. O conselho que damos é: NÃO DESANIME!

A famosa crise internacional, que afetou o Brasil e diversos países, desencadeou uma série de mudanças no cenário financeiro, e o setor imobiliário sentiu o baque com vigor.
Mas o cenário beneficia quem quer comprar. Com a crise, os proprietários tendem a negociar mais, o que favorece o comprador.
Robson Santos – Corretor imobiliário

Nosso Corretor de Imóveis Robson Santos dá algumas dicas sobre planejamento para realizar o sonho de ter sua própria moradia.

Vamos conferir?

Pergunte-se: será que eu consigo pagar?

O primeiro passo, antes de sair procurando o imóvel ideal, é fazer as contas com base no seu orçamento doméstico. Sem prejudicar a saúde financeira de sua família, defina o quanto vocês podem pagar pela casa nova. Lembre-se que a prestação mensal não deve ultrapassar 30% da renda total.

Comece, mesmo que seja com pouco.

A mudança no sistema de financiamento traz uma preocupação maior em relação a entrada. Agora, mais do que nunca, é imprescindível poupar e juntar uma boa quantia para entrada para evitar juros maiores depois. Nossa dica: poupe, guarde, coloque no colchão se for preciso, mas não deixe de guardar mesmo que seja pouco dinheiro.

Se segure e tenha foco!

Aquela blusinha nova que você paga em seis prestações, aquele sanduba gourmet que é o dobro do preço do comum, aquele passeio que pode ser substituído por um programa mais conta com a família, podem e devem ficar em segundo plano quando o assunto é economizar. Foco é a palavra da vez para quem quer comprar um imóvel. O que não é urgente ou importante pode ser reprogramado para depois da realização do seu sonho!

Todos juntos nessa!

A sua família pode ajudar muito no quesito economia. Converse com seus familiares e estabeleça um acordo econômico para baixarem os gastos e guardarem mais dinheiro. Trabalhos extras ajudam a complementar a renda e podem ajudar na soma final da compra de seu imóvel. Juntos podem realizar os sonhos mais rapidamente.

Pense nos extras!

Na procura pelo imóvel dos sonhos, alguns se esquecem dos gastos extras como IPTU e condomínio. São valores que podem ser significativos na hora de pagar as prestações. Se organize para conseguir pagar todas as despesas.

Procure opções viáveis.

As taxas de juros sofrem muita variação de um banco para outro. Pesquise. Faça simulações. Peça ajuda a quem conhece do assunto e escolha a opção que tenha mais vantagens e menor incidência de aumentos. Uma dica é perguntar pelo CET – Custo Efetivo Total. Nele você encontra os juros e todos os encargos embutidos no financiamento.

E os documentos?

Um gasto importante e não menos preocupante é com os documentos. Os custos da escritura, impostos e papelada pesam no orçamento e são por conta de quem compra. Programe-se para essas despesas! Feita a escolha é partir para a realização do seu sonho. Faça contato com o corretor credenciado e providencie tudo! Seu sonho já está se tornando realidade!
Um abraço,
Robson Santos – Corretor Moradia Imobiliária – Creci 13162

Comments (0)